Logo Sustentare Seguros

Só o Corretor pode ser Consultor de Seguros


O que é um consultor de seguros? O questionamento é feito pelo diretor da Fenacor, Carlos Valle, que alerta para a má utilização do termo “consultoria”, muitas vezes feito por quem paga a “corretores de aluguel” para ter livre atuação no mercado. “Há quem se apresente como consultor com a intenção de se mostrar superior, pregando a mensagem que corretagem significa custo e consultoria significa prestação de serviço. Mas, consultor é o corretor, que é formado e habilitado, estuda o seguro e passa a fazer consultorias”, adverte Valle, que fez uma arte nas suas redes sociais informando que “só é consultor, se for corretor”.

Para ele, a Susep poderia analisar essa questão para que fique mais clara para a sociedade.

Valle diz há comentários no mercado sobre profissionais habilitados que não exercem mais a profissão, mas tem o registro na Susep e participam de várias corretoras. “Isso deveria ter uma limitação. Como pode assinar para 20 corretoras de seguros? Eu não tenho esses números, será que a Susep O cara se enquadra na lei, mas não é leal”, critica.

Ele acrescenta que há também “consultores” de seguros entre funcionários de lojas, nos bancos e atendentes. “Pegam essas pessoas, treinam sobre um produto e a chamam de consultor de seguros. No máximo, poderiam ser consultores da loja ou um assistente de vendas. Mas, um consultor de seguros, não”, frisa.

Na visão dele, o corretor pode e deve ter um papel importante nesse processo, informando a sociedade sobre o que está ocorrendo. Para tanto, um bom começo seria propagar a mensagem “para ser consultor, tem que ser corretor”.

 

Fonte: CQCS

 

É importante estar atento ao profissional que lhe apresenta um seguro. Só confie se ele for verdadeiramente um corretor. Para conversar com os da Sustentare, busque  o escritório mais perto de sua casa: https://sustentareseguros.com.br/index.php/contato